\

Welcome to my blog :)

rss

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Happy hour, ao pé da letra

Há alguns dias, programava pra fazer algumas coisas em um sábado e por um motivo ou outro, sempre acabava adiando. Decidi por esse (hoje)... até que me convidam pra um boteco. De cara pensei em recusar, mas parei e achei que minhas coisas podiam esperar...

Tudo pronto, tudo acertado.
No fundo, eu tava com aquela sensação de que alguma coisa não ia dar certo, mas fiquei na minha.
Já que né, eu não teria como nem com o que sair, minha irmã me daria e como era de se esperar, ontem discutimos e ela aproveitou isso pra desistir de me ajudar, só pra me ferrar. Bom, né... vou lá avisar que não vou mais, como já esperava.
Então eu comento "bah, ia sair com minhas amigas e minha irmã ferrou meu bagulho" e após contar os planos, a pessoa me diz: "Eu vou junto! Te busco aí na tua casa e te empresto a grana que tu precisar!", er... oferta aceita!

Chegada a hora, telefone toca e lá vai a Natu buscar a amiga na parada. Voltam, Natu termina de se arrumar e saem as duas saltitantes...
Chegamos cedo, mas ok... nada que uma voltinha não resolva pra matar tempo. Até que todo mundo chegou e bora atrás de um boteco bacana.

Algumas caminhadas, dúvidas, fofocas e finalmente decidimos por um lugar.
Gente... aí foi que o barraco desabou!
Sabe mulher, quando se junta? Pois é! Sentamos, nos acomodamos e desce a manguaça... uma canha pra cada, e... putaquepariu! Parecia que elas já estavam trêbadas desde já, tamanhas barbaridades que saíam. E gente, me sacanearam já no começo... meu gelo tinha um formato, er... estranho. Mas tá, né... sou eu.
Aí que percebemos que "ao fundo" só haviam homens... e com o pequeno fiasco das gurias, eles começaram a prestar atenção na gente né. Quanto mais elas falavam, mais risada eu dava. E mais os caras queriam se aprochegar. Um dos momentos mais engraçados, foi quando pedimos pro gato garçon tirar uma foto de todas juntas, e ele todo simpático e prestativo, foi tirar. Quando fomos ver, tava um dos caras de bicão na foto! Nesse momento a Natu definitivamente se solta e vira em gargalhadas. O cara ainda pergunta: "fiquei bem na foto, gurias?", mais gargalhadas...

Bom, tá... muitos papos, mais birita, comida e tava tudo mais calmo.
Na verdade... a coisa começou a engrossar aí...

Pausa pra um momento sobrenatural:
Em um certo momento lá, a Lisi jurou que o copo que estava na minha frente, estava andando sozinho em um momento que o lindo garçon tava limpando a mesa. Ela estava molhada e um pouco inclinada... achei graça e ficou por isso. E nesse exato momento, o copo do meu lado fez algo parecido. Eu afastei ele duas vezes... e quando vi, ele tava grudado no note de novo. Olhei, e ele meio que girou e parou.
Tá, voltamos ao que interessa...



Eu já estava sentindo que nós éramos o centro das atenções do lugar, sentia que minhas gargalhadas ecoavam e que todo mundo estava escutando tudo o que diziamos ali. Mas eu estava feliz e era isso o que me importava.
Até que aconteceu o segundo fato mais engraçado da noite... A Lisi numa euforia tremenda, vendo os gatchenhos que passavam, de repente foi avisar que o cara era bonito e não me perguntem como, deu um tapão na garrafa que estava sobre a mesa e deu um pequeno banho na Dê.
Gente, eu ri tanto, mas tanto, mas tanto... não conseguia mais parar, todo mundo olhava pra mim, e bem na hora que me chega quatro caras um melhor que o outro e sentam na mesa do lado. Eles chegaram a parar pra olhar pra gente... eu me contorcendo de rir, a Dê tentando se limpar e o resto eu nem vi.
Eu não sabia se ria da atenção que a gente tava chamando, da euforia da Lisi, do espanto que os caras nos olhavam, do banho da Dê ou do que... foi surreal.

Depois disso, claro que abrimos um precedente pra que eles puxassem papo. Não lembro como começou... mas certamente foi a Dê. Voltamos a tirar fotos, e a Dê falou algo como "tira uma pra por no teu blog...", e quando eu fui tirar, um dos caras se posicionou e quis sair na foto. Eu olhei pra cara dele e comecei a rir... e ele baixou a cabeça, mexendo no celular, e disse "vocês não querem fotos nossas pra colocar no blog?", mais risadas e elas acabaram deixando eles aparecerem na foto. Quando percebemos, a Dê e a Lisi estavam conversando animadamente com os dois, enquanto eu e a Isa davamos risada porque não entendíamos nada da conversa. E a coisa terminou com a Lisi trocando telefone com um deles... pelo menos pra alguém, a coisa rendeu, né?

Eu e a Isa pegamos o rumo de casa, e em seguida Dê e Lisi fizeram o mesmo e foi esse o nosso fim de tarde.

Preciso ressaltar que a tarde só não foi perfeita, porque teve uma falta imensamente sentida, da Vivi. Espero muito que numa próxima ela esteja junto, pra ficar perfeito.
Gurias, obrigada a cada uma de vocês... fazia tempo que eu não dava tanta risada, e não me sentia tão bem e feliz!

5 Ideias Novas:

Danon Dáhksia disse...

Dei risada do gelo. xD

✿ Dê ✿ disse...

Estava muito bom mesmo. E a sentimos falta da Vi
=(

Só pra consta, a Natu não tem nada de quietinha

Natureza disse...

HAHAHAHAHAHA Danon, isso que tu nem viu!

Dê, tu tb me caluniando, é? ò.ó

Viviane David disse...

Ai que amor sentiram minha falta...sobre o momento sobrenatural eu diria momento eu diria momento de Embriaguez

♥ Lisi ♥ disse...

Bahhhh Natu, fiquei conhecida como a euforica é,shuahsushua, e outra acho que todo mundo realmente ouviam o que diziamos, hahaha, tava muito bom, obrigada pela compania, vamos repetir,uhummm!!

Postar um comentário

Agora que tu leu toda essa baboseira, tem algo pra acrescentar, opinar ou comentar? Se não xingar, pode ficar a vontade!